QUEM SOMOS

LOGO%20H%20BRANCO_edited.png

A Associação Orquestra Sinfônica de Mogi das Cruzes (ORSIMC), entidade sem fins lucrativos, constituída em 11 de setembro de 2002, atua desde a sua fundação no incentivo, difusão, produção e acesso de crianças, jovens e adultos às práticas musicais por meio de programas e corpos estáveis permanentes, garantindo por meio da música, erudita e popular, a democratização do acesso às manifestações culturais.

A entidade é responsável pela promoção de atividades de formação de forma continuada, realizadas no contraturno das escolas municipais de Mogi das Cruzes atendendo 11.000 alunos, além de atividades que proporcionam a profissionalização de alunos avançados por meios de grupos sinfônicos que buscam através das práticas de conjunto, colocar esse novo profissional da música para atuar no mercado e a ele possibilitar o acesso à renda.

Podemos afirmar que ao longo de sua trajetória, a ORSIMC possibilitou que muitas crianças e jovens de bairros periféricos, que nunca sequer tinha visto ou ouvido concertos sinfônicos, hoje são profissionais de inúmeras orquestras brasileiras e também no exterior.

Além das atividades formativas, os dois principais corpos estáveis geridos pela entidade, a Orquestra Sinfônica Jovem e a Banda Sinfônica, nos últimos 5 anos tem alcançado patamares buscados ao longo de sua jornada musical. Formar na base músicos experientes para que futuramente os grupos oficiais tivessem profissionais capacitados e qualificados para executarem as obras sinfônicas de níveis mais avançados.

Hoje os dois grupos marcam presença nos principais festivais de música erudita e sinfônica do Estado de São Paulo além de, pelo 3º ano consecutivo apresentação na Sala São Paulo, principal sala de concertos da América Latina.
Além da música erudita, a ORSIMC abre espaço para dialogar com o universo da música popular. Sua musicalidade, profissionalismo e qualidade técnica, proporcionou às crianças, jovens e público em geral, a oportunidade de vermos nosso corpo sinfônico municipal acompanhando grandes artistas da música brasileira, dentre eles: Milton Nascimento, Daniel, Elba Ramalho, Fábio Jr., Flávio Venturini, Guilherme Arantes, Ivan Lins, Jorge Vercilo, Lô Borges, Moraes Moreira, Toquinho, Victor e Léo, Palavra Cantada, e muitos outros.
DANIEL 1.jpg
FÁBIO.jpg

MISSÃO

Desenvolver através da arte, da cultura e da educação um trabalho de excelência realizado com profissionais técnicos e altamente qualificados, buscando proporcionar ao seu público beneficiário a oportunidade de participar, consumir e produzir atividades e ações culturais e artísticas de forma democrática e acessível.

VISÃO

Ser referência no trabalho de educação musical, potencializando crianças, jovens e adolescentes nas suas habilidades artísticas respeitando valores culturais e contribuindo para construção de uma sociedade justa, tolerante, plural e igualitária.

MAESTRO LELIS GERSON

Lelis Gerson é bacharel em trompete pela Faculdade Integral Cantareira, pós-graduado em regência pela faculdade Mozarteum, trompetista da Banda Sinfônica do Exército Brasileiro e atualmente é o Diretor Artístico da Associação Orquestra Sinfônica de Mogi das Cruzes, responsável pela regência da Orquestra e Banda Sinfônica de Mogi das Cruzes.
Atua como coordenador geral do projeto "Pequenos Músicos... Pequenos Acordes", vinculado a secretaria municipal de Educação de Mogi das Cruzes e que atende 11mil alunos da rede pública com ensino musical.
Participou de classes de regência com os maestros: Marcelo Jardim, Mônica Giardini, Sérgio Chnee, Roberto Farias, Hermes Coelho e Roberto Tibiriça.
Atualmente, a Sinfônica possui grupos musicais que atendem crianças, jovens e adultos, com projetos específicos para cada um, os quais são: 
ORQUESTRA SINFÔNICA JOVEM DE MOGI DAS CRUZES: Formada por 55 músicos profissionais de faixa etária entre 16 e 28 anos e selecionados por meio de processo seletivo.
Dentre os membros, é comum que jovens e adultos que cresceram nos projetos da Associação e/ou na região do Alto Tietê, ou pelos professores da Sinfônica participem da orquestra.

PROJETO “PEQUENOS MÚSICOS… PRIMEIROS ACORDES NA ESCOLA”: Projeto iniciado pela Prefeitura de Mogi das Cruzes em 2011, considerado um dos maiores programas sinfônicos do Brasil, oferece aulas de musicalização e ensino sinfônico na grade curricular dos alunos das escolas municipais, atendendo 11 mil alunos, emprega 70 profissionais diretamente e possibilitou a criação de 17 bandas sinfônicas municipais.
Desde 2017, a Sinfônica de Mogi das Cruzes é a responsável pela gestão e direção artística do projeto em parceria com a Secretaria Municipal de Educação. Por parte da Sinfônica, a coordenação-geral está sob responsabilidade do maestro Lelis Gerson.

BANDA SINFÔNICA DE MOGI DAS CRUZES: A Banda Sinfônica de Mogi das Cruzes tem em sua formação 50 músicos profissionais da Sinfônica Mogi e que atuam como professores nos polos do projeto (escolas municipais), e alunos em nível avançado do projeto “Pequenos Músicos”. 
A diferença deste grupo para o da orquestra está em sua formação instrumental e repertório mais variado para gêneros além do erudito. Este grupo já acumula participações em importantes eventos, como o Festival Internacional de Inverno de Campos do Jordão, a série "Matinais" da Fundação Osesp com a participação do maestro Spok, entre outros concertos.

BANDA SINFÔNICA INFANTOJUVENIL: Este grupo de 40 músicos, foi formado a partir de um processo seletivo aberto para todos os jovens que compõem as bandas escolares do projeto "Pequenos Músicos... Primeiros Acordes na Escola". 
Essa banda possui um repertório técnico mais avançado em relação ao das bandas das escolas municipais, e a proposta é incentivar novos desafios e mesclar diferentes talentos do mesmo projeto em um nível musical mais técnico.

BANDAS ESCOLARES: Atualmente, o projeto "Pequenos Músicos" é formado por 17 escolas municipais participantes, as quais oferecem aulas práticas e teóricas de variados instrumentos e aulas de musicalização semanalmente. Há um coordenador/maestro e equipe de professores (aulas de madeiras, metais, percussão e musicalização) que orientam as aulas e a formação das bandas de cada polo. 
As bandas são formadas por aproximadamente 30 alunos/cada que apresentam maior avanço no desempenho do ensino sinfônico em seu respectivo polo educacional, e todas se apresentam em eventos na cidade, proporcionando uma experiência ímpar para esses jovens.

NÚCLEOS INSTRUMENTAIS – CORDAS, SOPROS E PERCUSSÃO: Essas aulas são realizadas no polo educacional Centro de Cidadania e Arte (Ciarte), equipamento público onde fica a sede das ações da ORSIMC, com a participação dos alunos do projeto “Pequenos Músicos” que integram a Banda Sinfônica de Mogi e a Banda Sinfônica Infantojuvenil (instrumentos de sopro e percussão), e para os jovens da comunidade regional que tiverem interesse em participar das aulas do núcleo de cordas, dos 06 aos 18 anos. Hoje atende aproximadamente 200 pessoas.
No naipe de cordas, são oferecidas aulas gratuitas e semanais de viola, violino, violoncelo e contrabaixo para a comunidade. A partir disso, formam-se os grupos de cameratas, o quarteto de cordas, entre outros.

PROJETO “NOVOS OLHARES”: Iniciado em 2018, trata-se da formação de uma camerata de cordas com deficientes visuais que desejam aprender a tocar violino. Os alunos já estão em fase adulta (dos 30 aos 65 anos) e recebem aulas semanais e gratuitas com total auxílio e orientação de um profissional qualificado. Atualmente atende 08 pessoas e busca a ampliação do número de atendidos.

CORAL CANARINHOS DO ITAPETY: O projeto "Canarinhos do Itapety" é um coral infanto juvenil que atende aproximadamente 100 crianças e adolescentes advindos de bairros periféricos de Mogi das Cruzes, bem como alunos da rede municipal de ensino. É um dos projetos culturais pioneiros em formação musical da cidade.
O Canarinhos utiliza do canto coral como ferramenta transformadora para educar e incentivar a integração entre os jovens, além da desenvoltura individual e trabalho coletivo. 
As aulas são abertas para a comunidade, além de semanais e gratuitas, e são realizadas sob direção artística da maestrina Solange Urbano e assessoria pedagógica da professora Eny Sato.
B.E. LUIZ BERALDO - MAR.2018.jpg
BANDA SINFONICA.JPG
IMG_0631.jpg
_91A5401.jpg
IMG_2848.jpg